Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Thiago Procópio campeão das rampas!!!


A VORC Super Trucks chegou em sua final, no autódromo de Red Bull Ring, com 3 pilotos disputando de forma direta (visto que Enzo Sofiato, empatado com Caio Russi na terceira posição do campeonato, não correria).
A disputa seria mais direta entre Thiago Procopio e Arthur Targa, com Caio correndo mais por fora. Na sessão de Classificação Caio foi o primeiro dos três a buscar tempo, indo para a pista logo no início da sessão e marcando 1:04.6.
Procopio não demorou muito e deu as cartas, baixando o tempo de Caio em meio segundo e garantindo a pole virando na casa de 1:04.1. Dos que disputavam diretamente, Targa foi o que encontrou mais dificuldades. Conseguindo fechar apenas uma volta rápida e não perfeita, o piloto largou da quinta posição do grid.

BATERIA 1
Na largada Procopio encontra dificuldades, perde o traçado na primeira curva e sai da pista, sendo superado por Caio e logo em seguida, por Raphael Camelo.
Caio não ligou para os problemas alheios, manteve a ponta em todo o restante da corrida, não sendo ameaçado por ninguém e de bônus fazendo a volta mais rápida da corrida, conquistando dois pontos extras na bateria.
Thiago não demonstrou frieza, cometeu erros e sendo o pior deles em uma disputa direta com seu concorrente mais próximo, Arthur, onde rodou na saída da curva 2 por duas vezes. O piloto ainda salvou o quarto lugar, porém Caio vencendo e trazendo dois pontos extras e Arthur sendo apenas terceiro trouxe uma embolada maior para a tabela, indo pra segunda bateria separados por menos de 10 pontos os 3 concorrentes.
Nas demais posições do grid um show, tanto de habilidade quanto de falta dela. A grande dificuldade das picapes trouxeram muitos momentos de grande plasticidade nas manobras e ao mesmo tempo momentos engraçados. Emerson Czerkawsky passou a primeira rampa de marcha ré após rodar na saída da curva um. Neto Silva a cada aproximação em Emerson se perdia na freada da curva um e beliscava o muro. Marco de Andrade foi outro piloto que passou mals bocados na bateria.



BATERIA 2
Com a inversão de grid e a tabela mais apertada, não existia quem quisesse perder tempo com matemática. O mais fácil era se garantir, vencer a bateria e somar o maior número de pontos, torcendo para os demais pilotos terem algum problema. Thiago logo fez sua parte, assumiu a ponta e, após um período de disputas com Caio, conseguiu uma vantagem confortável na ponta, garantindo com propriedade o título do curto campeonato.
Arthur cometeu um pequeno erro logo nas primeiras voltas e não conseguiu fazer uma boa corrida, abandonando logo em seu princípio.
Nas demais posições em pista, muitas disputas e erros, assim como na primeira bateria. Ernesto Brock fez duas boas corridas, correndo em um ritmo "individual", visto que não conseguia andar num ritmo tão forte quanto dos ponteiros do título mas tinha mais ritmo que os demais pilotos.


CAMPEONATO DE PILOTOS
Thiago Procopio sai com o titulo da temporada com 157 pontos contra 148 de Caio Russi que novamente foi vice campeão de um campeonato da VORC. Arthur Targa ainda foi o terceiro no campeonato.


CAMPEONATOS DE EQUIPES
A Paraguay Racing AV conquista o titulo de equipes, encima da Benkler RT que foi vice campeã da temporada, e a Scuderia Rupel estreiando na temporada em terceiro.

E assim terminou a temporada da Super Trucks na VORC Series, com grande chances de um novo torneio em breve.

Vt da Etapa

Nenhum comentário:

Postar um comentário